Agende seu Atendimento Virtual pelo Departamento Jurídico do Sepe nos fones: (21) 99992-4931 (9h às 11h); (21) 97133-7101 (13h às 15h); ou pelo email: juridico@seperj.org.br – segunda a sexta feira

Publicamos nos links abaixo, material veiculado pelo núcleo municipal do Sepe de Macaé destinado a esclarecer a categoria e instrumentalizá-la para a luta contra os ataques contra a liberdade de cátedra e expressão em sala de aula e que se traduzem em projetos como o Escola sem Partido (ao lado, imagem da página 1). Para ver a publicação, acesse os links abaixo:

Página 1

http://www.seperj.org.br/admin/fotos/boletim/boletim3362.jpg

Página 2

http://www.seperj.org.br/admin/fotos/boletim/boletim3363.jpg

0

Na quarta-feira (dia 24/4), os profissionais de educação das redes estadual e de diversas redes municipais pararam as atividades por 24 horas para participar das atividades do dia de protesto contra a reforma da Previdência. Além de concentrações nos municípios e em pontos da capital, a categoria se reuniu numa assembleia unificada na Praça XV, no final da tarde, para discutir a luta contra o projeto do governo Bolsonaro de destruir a previdência dos trabalhadores do Brasil, que inclui a mobilização para a construção de uma greve geral nacional da Educação no dia 15/5.

Depois da plenária, que reuniu mais de mil profissionais de educação, a categoria saiu em passeata até a Cinelândia, dando uma prova de que a educação está mobilizada e firme na luta contra a mudança do sistema previdenciário que penaliza os trabalhadores e a população em geral que serão obrigados a pagar a conta da má gestão dos governos federal, estaduais e municipais. 

 

(fotos face Regional I)

0

Entre os dias 17 e 21 de julho irá ocorrer o IX Encontro Nacional de Ensino de Geografia – IX Fala Professor, tendo como tema: “A prática do professor à margem: resistências, saberes e poderes”, que será realizado em Belo Horizonte-MG. 
O encontro que está em sua nona edição possui uma grande importância para os professores de Geografia, como forma de troca de saberes e práticas docentes. Sendo um momento para debates sobre a situação do magistério, os ataques à escola pública, as políticas de educação, as resistências de professoras e professores para garantir a sua autonomia intelectual e docente, a manutenção dos seus direitos como trabalhadores da educação, assim como dos direitos da população à educação pública de qualidade.
 
O Fala Professor tem o papel de denunciar as pressões e os agentes, mas também é um momento de compartilhar práticas, ações, ideias, produção de conhecimentos geográficos e currículos nos cotidianos das escolas e que não se moldam à postura das políticas educacionais recentes, como uma Base Nacional Comum Curricular.
0