destaque-home, Todas

ASSEMBLEIA DA REDE MUNICIPAL RJ DECIDE PELA CONTINUAÇÃO DA GREVE PELA VIDA


Em Assembleia virtual realizada nesta terça-feira (dia 15/06), a maioria dos profissionais da rede municipal do Rio de Janeiro aprovaram a manutenção da Greve pela Vida e que o Sepe abra o processo de dissídio, caso as negociações relacionadas à punição dos servidores em greve não seja resolvida pela via da negociação com a prefeitura. A seguir, veja como se deram as votações:

SOBRE A GREVE PELA VIDA:

PERGUNTA: Em virtude de não haver resposta ainda sobre o processo de negociação em curso com a prefeitura, conforme o conteúdo aprovado na assembleia anterior – “Considerando a audiência com a SME, realizada em 10/06, a assembleia da Rede Municipal RJ aprova a suspensão da greve caso a prefeitura do Rio de Janeiro antecipe o recesso escolar do mês de julho e aceite as seguintes propostas: o fim dos inquéritos administrativos, o abono das faltas para fins funcionais, a devolução dos salários descontados, a definição do fechamento por 14 dias das escolas após a detecção de 1 caso de COVID” –, esta assembleia da rede municipal RJ aprova:

156 votos (60,5%): Manutenção da greve em defesa da saúde e da vida contra o retorno presencial das atividades escolares e com a manutenção das atividades remotas.

65 votos (25,2%): Suspensão da greve em defesa da vida.

37 votos (14,3%): Abstenção

SOBRE O DISSÍDIO:

150 votos (58,1%): Esta assembleia referenda que a direção do SEPE CENTRAL abra o processo de dissídio caso as negociações relacionadas à punição dos servidores em greve não seja resolvida pela via da negociação com a prefeitura.

72 votos (27,9%): Esta assembleia referenda que a direção do SEPE CENTRAL entre com dissídio judicial sobre a greve pela vida.

36 votos (14%): Abstenção

Author


Avatar