destaque-home, Municipal, Todas

EDUCAÇÃO DE SÃO GONÇALO COBRA DA PREFEITURA O PAGAMENTO DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO E DO PISO DO FUNCIONÁRIO

Protesto de profissionais de educação dia 28/10 em São Gonçalo cobra o pagamento do acordo judicial de reajuste dos salários dos servidores

O Sepe São Gonçalo realizou ato público nesta quinta-feira (28), com o fechamento da rua e ocupação da sede da prefeitura, em protesto contra o descumprimento do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado na justiça e que determina o pagamento do piso nacional do magistério, previsto na lei 11.738, e o pagamento do piso do funcionário administrativo, tendo como base o salário mínimo nacional.

A pressão da categoria fez com que uma comissão do sindicato fosse recebida pelo secretário de Administração e pelo secretário de Governo. Na reunião, foi reivindicada e conquistada uma audiência com o prefeito, que será realizada em novembro, quando será apresentada a data de pagamento do TAC.

O ato também foi em defesa dos serviços públicos e dos servidores, neste dia 28/10, Dia do Servidor Público. As camisas usadas pelos servidores inclusive fazem homenagem a Paulo Freire e defendem os serviços públicos.

Cabe o registro de que a categoria respeitou os protocolos básicos de segurança contra a covid, com todos os profissionais de máscaras e ficando pouco tempo na ocupação dentro da sede da prefeitura. Para o Sepe SG, a pandemia não acabou e a comunidade escolar continua sob risco de contágio.

No protesto em frente à prefeitura de São Gonçalo, os profissionais de educação defenderam os serviços públicos e lembraram Paulo Freire

Author


Avatar